domingo , 30 abril 2017
Últimas Notícias
Você está aqui: Capa / Cidade / Começou sábado passado o saque do segundo lote do FGTS de contas inativas no Amapá

Começou sábado passado o saque do segundo lote do FGTS de contas inativas no Amapá

Está prevista a liberação de 9,1 milhões para os trabalhadores que nasceram em março, abril e maio.
Foi é intenso o movimento nas agências da Caixa Econômica Federal no Amapá no sábado, dia 8 de março, com a antecipação da liberação do segundo grupo de saques das contas inativas do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS).
Para os trabalhadores amapaenses o cronograma de retirada do Fundo, das contas consideradas inativas, define que os nascidos em março, abril e maio, podem fazê-lo nas agências de Macapá e Santana.
Pelos números da Caixa, 10.089 amapaenses estão aptos a receber o dinheiro nesta etapa, informou a instituição. São aproximadamente R$ 9,1 milhões que devem ser pagos aos beneficiários. As agências montaram atendimento especial, abrindo com duas horas de antecedência, até o dia 12 de abril. O cidadão poderá retirar o dinheiro apenas daquelas contas do FGTS que atendam as características de inatividade e que tenham sido depositadas até 31 de dezembro de 2015. As Agências da Caixa, às 9h.
Apesar do grande número de pessoas na fila, não foram registrados problemas em contas ou saques não permitidos, durante a manhã. Os beneficiários estavam desde cedo nas agências para garantir o saque.
No Centro da cidade, as agências também estavam movimentadas, mas o atendimento rápido evitava aglomeração no início da manhã.
A primeira fase aconteceu ao longo do mês de março, quando puderam sacar recursos de contas inativas os nascidos em janeiro e fevereiro. No estado, a previsão era a liberação de R$ 5,5 milhões, não se confirmou e ficou em torno de R$ 4,9 milhões.
Dependendo do valor, o saque pode acontecer nas agências e nos caixas eletrônicos. Até o fim do prazo, em 31 de julho, ao todo, quase 40 mil trabalhadores devem receber o benefício que vai pagar mais de R$ 36 milhões no Amapá, informou a Caixa.
O trabalhador pode consultar o saldo pelo site da Caixa ou do próprio FGTS e através de aplicativo para smartphones e tablets. Informações podem ser obtidas no número 0800-726-2017.
A superintendência da Caixa Econômica no Amapá reafirmou que o dinheiro será liberado conforme o calendário determinado, e que, caso o trabalhador não saque o dinheiro até 31 de julho, os valores serão retirados somente nas condicionantes comuns do FGTS, como aposentadoria ou após a conta do fundo permanecer sem depósitos por 3 anos ininterruptos.
Ainda estão previstos três blocos de pagamentos: a partir de 12 de maio, para os nascidos em junho, julho e agosto; a partir de 16 de junho, para os nascidos em setembro, outubro e novembro; e a partir do dia 14 de julho, para os nascidos em dezembro.
Os saques poderão ser feitos nas agências e caixas eletrônicos da Caixa Econômica, dependendo, por exemplo, do valor. Além disso, o cliente que não tem conta na Caixa poderá optar por transferir os recursos do FGTS, de qualquer valor, para uma conta corrente ou conta poupança de qualquer outro banco, sem custo.
Sem o Cartão Cidadão: o trabalhador poderá sacar o dinheiro nos caixas eletrônicos da Caixa, sem o Cartão Cidadão, caso o saldo de cada conta inativa seja de até R$ 1.500. Para isso, ele só precisa ter a senha do Cartão Cidadão.
Com o Cartão Cidadão: o limite de saque, no Caixa Eletrônico, é de R$ 3 mil, por conta inativa.
Lotéricas e correspondentes Caixa Aqui: os saques podem ser feitos com o Cartão Cidadão para valores de até R$ 3 mil por conta inativa.
Saques acima de R$ 3 mil e até R$ 10 mil: o trabalhador só precisa apresentar, na agência da Caixa, a carteira de identidade para fazer o saque ou a transferência para conta de outro banco, sem custo.
Saques acima de R$ 10 mil: além da identidade, será preciso apresentar a carteira de trabalho ou o termo de rescisão de contrato de trabalho vinculado à conta inativa.
Contas que aparecem ativas: se o trabalhador tem uma conta de FGTS vinculada a um emprego do qual se desligou até 31 de dezembro de 2015, mas que ainda aparece como “ativa”, terá que comprovar o fim do vínculo através da carteira de trabalho ou rescisão do contrato de trabalho.
Quem não tiver a carteira de trabalho terá que providenciar uma cópia do termo de rescisão do contrato de trabalho vinculado à conta inativa, e levá-la no momento do saque.

Foto 2

As agências da Caixa Econômica no Amapá abrem duas horas mais cedo para adiantar o atendimento aos que podem sacar o FGTS.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Required fields are marked *

*